diasvirgilio

RETROSPECTIVA 2017

- Devedor - siscred

Durante este ano, fiz várias denúncias via O Jornal Correio Popular de Campinas, algumas publicadas, de atividades que a Prefeitura deveria manter como suas e nada é feito, como segue:

02-08-17 – PUXADINHO DA DISCÓRDIA

Boas idéias são sempre bem vindas e causam às vezes alguns questionamentos como é este caso, típico dos nossos “representantes” que tomam decisões que afetam todos, sem consultar os todos. Ai vem à pergunta? Porque fazem isso? Quem está levando vantagem, já que está existindo tanta discórdia? Porque não atendem aos apelos da população, das entidades, das associações, que há anos vem pedindo BANHEIROS PÚBLICOS no centro de nossa cidade. Fica aqui nosso questionamento. Quem responderá?

25-08-17 – CARTA AO SENHOR PREFEITO

Percebo Senhor Prefeito sua preocupação e facilitar a comunicação entre o Cidadão e a Prefeitura, mas do que adianta?

Vejamos: Já fui à Porta do Cidadão; Já Ligue para o 151; Já entrei no Portal do Cidadão; Já liguei para a Ouvidoria e nada. Desde 2011 inúmeros protocolos, ligações, apelos e a árvore em frente à mina casa não é podada.

Seus colaboradores não o respeitam e não nos respeitam porque não tomaram nenhuma providência e não é por pedir. Será que agora o Senhor pode interferir e mandar podar a Árvore?

02-09-17 – PUXADINHO TEIMOSO

Já que a SETEC, afirma que é uma experiência, pode-se perceber pela TEIMOSIA, de que não há fiscalização.

Umas das sugestões para a REGULAMENTAÇÃO seria que além do que a PREFEITURA irá exigir para a obtenção da “Licença”, projeto, pagamento de taxas, etc., seja exigido do estabelecimento comercial a criação de VAGAS DE ESTACIONAMENTO, proporcional ao número de mesas que ira desfrutar no espaço. Ex. 1 mesa = 4 vagas grátis; 4 mesas = 8 vagas grátis. Mesmo que a mesa esteja encostada na lateral vale como 04 vagas.

06-11-17 – ASFALTO

Hoje um tele jornal noticiou que o Tribunal de Contas de Brasília está processando o Responsável pela pavimentação por ter gasto mais de R$ 2. Milhões em asfaltar as ruas da cidade, asfalto este que deveriam durar 10 anos e após 02 anos as ruas estão todas esburacadas. Gostaria de lembra que igual problema temos aqui em Campinas onde o exemplo mais central é a Av. Francisco Glicério que após 02 anos de reformas ainda não concluídas e 02 anos de uso o pavimento está todo deformado principalmente onde passam os ônibus. Exemplo bem em frente à Rua Conceição, sem contar o mau acabamento das calçadas onde qualquer um corre o risco de tropeçar, principalmente os idosos e ninguém faz nada, nem mesmo o nosso Tribunal de Contas do Município.

20-11-17 – 90 ANOS

Justas as homenagens ao Correio Popular pelos 90 anos.

Nos tempos atuais cada vez mais difíceis a sobrevivência de uma Empresa Privada, sem as benesses oficiais já é uma grande motivo de comemoração, e sendo no interior deste enorme País, mais uma razão.

Porém outra Empresa Privada, que LEVA, LEVOU E LEVARÁ ensinamentos e cultura, também completa 90 anos de atividades em Campinas, que é o CONSERVATÓRIO CARLOS GOMES.

Parabéns há estas empresas que tanto trabalham para levar informação e cultura à cidade de Campinas.

21-11-17 – IMPOSTO DE RENDA e CONVÊNIOS

Esta mensagem que foi enviada via e-mail para diversos Senadores (as) e Deputados (as)

Prezado Senador (a) Deputado (a) sou aposentando e desnecessário dizer que nossos reajustes são pífios, mal dando para pagar a o Convênio Médico; dai minhas solicitações:

1-) Após tantas benesses dadas pelo GOVERNO FEDERAL, para aprovação das emendas que interessam ao governo, que tal APROVAREM uma emenda que INTERESSA Á POPULAÇÃO, que é o reajuste da TABELA DO I.R., que está roubando renda principalmente dos aposentados e assalariados.

2-) Não permitam que os Convênios Médicos reajustem seus preços acima dos reajustes salariais, principalmente para os aposentados e que PROÍBAM esses mesmos convênios de patrocinarem clubes e jogadores de futebol, já que alegam que tem prejuízo e por isso precisam reajustar seus preços acima da inflação.

Conto com vossa ajuda. Publicado também nas redes sociais

12-12-17 – RECAPEAMENTO, complemento do publicado hoje 12-12-17, notamos que tudo continua igual.

EM 31-05-13 enviei a esse Jornal a seguinte mensagem:

Em recente reportagem sobre os paralelepípedos, venho manifestar minha concordância com o responsável pelo SAMU de que os reparos feitos nos buracos deixam a desejar. E deixam muito, a desejar, na realidade fazem morrinhos que além do desconforto para os passageiros e principalmente para os doentes, é uma aberração para com o povo e para com a capacidade dos engenheiros da prefeitura ou de suas contratadas. Buracos devem ser tapados obedecendo às normas de qualidade e devem deixar o pavimento LISO. Em recente entrevista a uma rádio em Campinas prestando contas dos seus 100 dias de governo municipal, nosso Prefeito vangloriou se, dizendo que a previsão era de tapar 50.000 buracos e que tapou 85.000 ao que o seu entrevistador comentou, “mas prefeito o piso está desigual” e o prefeito respondeu que é melhor que o buraco. Será. Senhor prefeito, por favor, não desafie nossa (povo) inteligência.  O que está sendo feito com o dinheiro público é uma aberração que o senhor tem a obrigação de corrigir, e exigir que os reparos sejam bem feitos.

06-11-17, sob o titulo de ASFALTO, enviei a seguinte mensagem:

Hoje um tele jornal noticiou que o Tribunal de Contas de Brasília está processando o Responsável pela pavimentação por ter gasto mais de R$ 2. Milhões em asfaltar as ruas da cidade, asfalto este que deveriam durar 10 anos e após 02 anos as ruas estão todas esburacadas. Gostaria de lembra que igual problema temos aqui em Campinas onde o exemplo mais central é a Av. Francisco Glicério que após 02 anos de reformas ainda não concluídas e 02 anos de uso o pavimento está todo deformado principalmente onde passam os ônibus. Exemplo bem em frente à Rua Conceição, sem contar o mau acabamento das calçadas onde qualquer um corre o risco de tropeçar, principalmente os idosos e ninguém faz nada, nem mesmo o nosso Tribunal de Contas do Município.

Em 12-12-17 foi publicado sob o Titulo de RECAPEAMENTO, (Carlos Fernandes) um conteúdo similar.

Pelo que vejo tudo continua com antes na administração pública.

12-12-17 – Balanço do ANO da Prefeitura Municipal de Campinas

Aumento da passagem de ônibus

Aumento do IPTU em até 30%, e reajustes dos funcionários em 3,6 % em 03 anos. Como será pago.

Criação do IPTU dos Mortos – Setec – um verdadeiro absurdo

Mais câmaras para multar veículos parados nos congestionamentos centrais da cidade.

Criação de IMPOSTO para o Aeroporto de Viracopos, enquanto era público não era cobrado, virou privado imposto neles.

Reforma da Av. Francisco Glicério, já com asfalto deteriorado e calçadas com buracos e saliências e mais gastos com floreiras (quanto terá custado).

Criação de várias praças de lazer, mas manutenção e limpeza as mesmas, só com reclamação.

Lagoa – Desassoreamento incompleto e calçamento prometido suspenso.

Plano diretor aprovado com discussão entre os parlamentares sem considerarem as opiniões da população.

Finalizando culmina com Escândalo do Ouro Verde, e a crítica descabida de um Vereador de que a Orquestra Sinfônica de Campinas custa mais que a Câmara, onde 33 que pouco ou nada fazem pela população se comparam a 88 músicos que estudaram muito para chegar aonde chegaram, ou seja, participar de uma das mais renomadas Orquestras Sinfônicas do País, trazendo cultura e diversão para a população.

Virgilio Dias é Consultor de Empresas, Empresário e Palestrante.

E:  virgilio@3031consult.com.br – W: www.3031consult.com.br

 

Anúncios

Obrigado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: